De como a história não acaba

por Eduardo Godoi

Prezados Leitores

Ao longo da história da civilização ocidental, que até poucos séculos atrás limitava-se à história da civilização européia, encontramos vários pensadores alarmados com uma perspectiva assustadora para si e para os seus contemporâneos: o “evidente fim da história”. Guerras, pestes, declínios econômicos etc. fomentaram em momentos diversos um poderoso imaginário catastrófico, permeando inclusive explicações oferecidas pela história natural a fenômenos que atualmente classificamos como “geológicos”. Felizmente, ao menos até hoje, a história vem desmentindo o seu fim, mostrando-se rija e – ao soltar todo o peso dos séculos sobre os nossos ombros – cobra-nos força, coragem e estratégia para vencermos as demandas prementes do nosso cotidiano. No entanto, se a história nos pesa, ela também nos fomenta os trabalhadores hercúleos com a  cultura acumulada ao longo dos seus passos.

Eu acredito que o jogo não acabou. Vida longa à nossa história !!!

Bons dias !!!

Boosabum Eduardo Godoi (3o. Dan)

Ch’ang Hon Ryu Taekwon-Do Brasil
Academia Shaolin – Louveira – SP
Rua Armando Steck, 294 – sala 2 – Centro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: