O inferno são os outros

por Eduardo Godoi

Prezados Leitores

Eu seria muito mais feliz se me coubesse a oportunidade de conhecer melhor as pessoas que me cercam, de saber quais são os seus sonhos. Eu gostaria muito de ler mensagens escritas por elas com as suas próprias palavras, cada um com o seu jeito próprio de conversar. Ao contrário, nestas eleições, eu recebi uma quantidade exagerada de mensagens do tipo spam, muitas com informações duvidosas, algumas até levianas. Eu poderia ter aprendido muito com todos que me escrevessem algo do tipo:

“Eu prefiro este programa de governo porque acredito nisso, nisso, naquilo… Eu não gosto daquele outro programa porque não concordo com isso, isso e aquilo… Para mim, o mundo deveria ser desse jeito… Eu leio o mundo através de tais lentes… Eu acredito que tal candidatura representa uma maior probabilidade de os meus sonhos se concretizarem…”

——————

Todos nós conhecemos bem as nossas famílias, os clubes para os quais torcemos, as igrejas que frequentamos, as empresas em que trabalhamos, os condomínios em que vivemos. Todos nós temos o nosso “lado negro”. Todas as instituições têm os seus “aloprados”. Todos os partidos políticos também os têm. Assim, considero bastante hipócrita um certo “puritanismo” que determina – parafraseando Sartre – que “o inferno sempre e somente são os outros”.

——————

O Sudeste elegeu Dilma

Ao contrário dos preconceitos arraigados em São Paulo, não foram o Norte e o Nordeste que elegeram a candidata petista. Se fossem excluídos todos os votos destas regiões, o vencedor da disputa ainda seria o mesmo. Foram os votos do Sudeste para Dilma que compensaram, com alguma sobra a seu favor, as suas derrotas no Sul e no Centro-Oeste do Brasil.

Confiram os dados do portal G1, da Rede Globo

(http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/11/mesmo-sem-os-eleitores-do-norte-e-do-nordeste-dilma-venceria-serra.html):

fonte: G1 - o portal de notícias da Globo (www.g1.globo.com)

Uma análise mais apurada dos dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi realizada pelo economista Fernando Nogueira da Costa, que é Professor do Instituto de Economia da UNICAMP:

(http://fernandonogueiracosta.wordpress.com/2010/10/31/mapa-eleitoral-da-vitoria-de-dilma/)

“No Estado de maior colégio eleitoral, São Paulo, a diferença a favor do Serra foi de 1.846.036 votos; no segundo maior, Minas Gerais, a diferença a favor da Dilma (1.797.831) praticamente já compensou a votação na suposta base eleitoral do adversário. No Rio Grande do Sul, Dilma quase empatou, pois a diferença a favor do Serra foi de apenas 119.588 votos. Somada às diferenças serristas em Santa Catarina (473.909) e Paraná (633.130), a Região Sul toda somou apenas 1.226.627 votos a favor de Serra. A diferença a favor da Dilma no Estado do Rio (1.710.111 votos) já superou em cerca de ½ milhão de votos aquela soma.”

Bons dias !!!

Boosabum Eduardo Godoi (3o. Dan)

Ch’ang Hon Ryu Taekwon-Do Brasil
Academia Shaolin – Louveira – SP
Rua Armando Steck, 294 – sala 2 – Centro

Uma resposta

  1. “O sudeste elegeu a Dilma…” para você ver professor,São Paulo tem muito nordestino.
    Você usou Sartre para defender a Dilma,enxerga uma ligação?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: