Danger Days: Killjoys, make some noise!

por Laís Semis 

O traço de Smashing Pumpinks aparece mais forte agora em Gerard Way. Não fisicamente, porque este está cada vez mais distante, mas em suas músicas algo se remete ao Smashing. Gerard também deixa de ser parecido com a Wednesday Addams – da Família Addams – para encarnar um anime de cabelo vermelho, roupas coloridas em contraste com sua pele branca vampiresca. Mas não foram só os cabelos dos irmãos Way e o guarda-roupa da banda de Nova Jersey que mudaram de cor.

O novo estilo do vocalista Gerard Way é quase de fazer inveja a família Restart

Às vésperas de comemorar dez anos de carreira, o My Chemical Romance executa uma mudança em seu estilo, abandonando boa parte da negatividade característica deles. Os dias mais perigosos parecem ter sido deixados para trás, o único perigo é deixar de ser o MCR e apagar de vista seus dois últimos álbuns, o que não acontece neste novo, o intitulado “Danger Days: The True Lives of the Fabulous Killjoys”.

Três faixas se sobresaem nele: “Bulletproof Heart”, “Planetary (GO!)” e “S/C/A/R/C/R/O/W”. “Danger Days” tem uma seqüência. A banda embarca numa historinha, onde são os próprios personagens do resgate da criança Sunshine, a história dos “fabulosos” killjoys Party Poison (Gerard), Jet Star (Ray Toro), Fun Ghoul (Frank Iero) e Kobra Kid (Mikey Way) atravessa as músicas e segue sendo contada nos clips. Do contexto, a única faixa que não cabe na narrativa é a última, “Vampire Money”, uma crítica a saga de vampiros bonzinhos e endinheirados, “Crepúsculo”. Parece que o My Chemical Romance aprendeu que com um pouco de humor e palavras ácidas polidas obtém-se o mesmo efeito do que os desnecessários gritos.

“Danger Days” é um disco que parece menos pessoal, como se eles estivessem dispostos a lutar por questões menos familiares, diferentemente do que acontecia, por exemplo, nas faixas “Helena” e “Cancer”. O elemento mórbido também é deixado de lado, nada de discursos sobre a morte e doenças terminais.  As canções de “Danger Days” andam pelas ruas, pelos corações (visível nas não-típicas baladinhas românticas “The Only Hope For Me Is You” e “Summertime”) e até mesmo pelo futuro, onde se localiza a história. Outra novidade aqui é que o baterista Bob Bryar deixa os companheiros de banda e que Gerard Way está, nitidamente, mais envolvido com quadrinhos. Mais um pouco abandona a música para se eternizar no papel.

Algo que o MCR definitivamente não perdeu foram as grandes produções, ainda mais teatral “Danger Days” conta com uma boa fotografia em seus vídeos e roteirinhos legais. É verdade que a banda sempre apresentou grandes produções audiovisuais, como é o caso de “Helena” e “The Ghost Of You”. “Helena” inclusive foi de fazer inveja a Jennifer Lopez e suas amigas cantoras e dançarinas. O MCR e seus bailarinos deixaram seus concorrentes pop na sapatilha durante o VMA 2005 com a coreografia de “Helena”, mesmo não tendo levado o prêmio. O que acontece depois é que eles não se limitam ao audiovisual, mas estendem essa realidade aos palcos, se vestindo e encarnando os personagens sobre quem cantam explosivamente. De soldadinhos do The Black Parade à gangue futurística killjoy, a cada disco a banda transforma a realidade de suas canções em suas próprias. Para quem gostou do trabalho deles em “Black Parade”, o disco anterior, “Danger Days” não deixa nada a desejar. 

Bob Bryar, Mikey Way, Gerard Way, Frank Iero e Ray Toro com seus uniformes darks de The Black Parade

3 Respostas

  1. […] Publicado originalmente em 20 de fevereiro de 2011,  Taekwon-Do, Arte e Vida […]

  2. Eles são d+ adoro todas as musicas inclusive

    SING—NA,NA,NA—PLANETARY (GO)

    Sabrina s2 My Chemical Romence

  3. aconselho

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: