sobre ‘peixe grande’… dessa vez.

por Daniel Potenza

não ser bom para histórias deve ser o pior começo para falar de um filme. mas poderia ser pior: ser ruim da memória também… hum…

tentei notas da sequência das muitas e muitas histórias enquanto re-assistia ao filme pela seiláqual vez depois de nãoseiquantos anos. mas, como qualquer re-telespectador, havia tanta coisa não notada, tanto não vivido, referências perdidas e ainda tanto a descobrir… as notas foram esquecidas logo.

talvez devesse ter anotado as frases de efeito, os conselhos, as lições… mas muito certamente, alguém já havia feito isso; e desisti.

achei então que deveria ter chorado mais, saudadeado mais (não, meu pai não morreu… aliás, ronca do meu lado agora…). lembro (lembro?) ter sentido o filme muito intensamente noutra uma vez… minha mãe… há anos dormiu enfim… outra história.

o pai daqui conta histórias incríveis, exagera, muda de ideia a cada esquina e cativa. ri, faz piadas embaraçantes, me/se envergonha e diverte. ensina mais que qualquer um, desde quando era herói. desde quando eu nem sabia quanto iguais eram pai e filho…

até o fim.

e se, chorarei mais, saudadearei tanto que já dói a falta das histórias que ele não deve contar ao filho do filho que vem… se…

(sempre sempre espanto como mudam os sentidos mudados os contextos.)

não sou bom para histórias…e pior ainda no que poderia ser pior. as faltas que fazem…

então, pouco antes de dormir, sonho o dia em que o menino encontrará por acaso um filme velho na estante. e os muitos contextos que uma história promete… aos que (não) acreditam…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: