Subindo no salto

por Laís Semis

Até 1983 eles nunca tinham aparecido de cara limpa.

Eram caras pálidas pintadas, com milhares de reflexos delas permeando a multidão em quatro desenhos diferentes: um ego revestido de demônio; um sonhador disposto a se tornar estrela; um homem felino e um cara do espaço. Cabelos negros saídos dos filmes e palcos dos anos 70. Asas de morcego, ombreiras espaciais, salto alto, fogo no palco. Uma língua monstruosa simbolizando o topo do império.

Foi com essa cara que se descobriram como sucesso comercial. De simples banda, o Kiss se tornou mais do que ídolos, eles passaram a ser pôsteres, camisetas, bonecos, moletons, cruzeiros marítimos e tudo o mais que se pode comprar. O produto que não puder ser encontrado com a cara do Kiss está na lista de Gene Simmons de mercadorias a serem fabricadas com a marca.

No início dos 80, com a banda em crise e a carreira em baixa, o Kiss tentou dar a volta por cima se desfazendo dos personagens. O novo disco e a ausência da maquiagem funcionaram bem, mas ela logo foi retomada, por ser uma das inevitáveis características que automaticamente se remetem ao nome Kiss. Mesmo com discos não tão grandiosos, acabaram fazendo barulho com suas super produções.

O tempo de banda-sensação já pode até ter passado, mas o império de quase 40 anos resiste. O KISS continua fascinando e capturando gerações mais novas com as máscaras e fantasias. Criaram uma lenda, a página no Facebook da banda ultrapassa 4 milhões de seguidores e souberam como ninguém aproveitar sua imagem, com seus rostos estampados nos mais inusitados lugares, dos chocolates M&Ms à caixões.

Versão limitada do KISS M&M’s

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: