Reabastecendo o organismo durante o exercício

por                       Cristiane Godoy

Paula Chiqueto

Daniel Bartholomeu

José Maria Montiel

Para determinadas modalidades de esporte como corrida e ciclismo, por exemplo, o atleta não tem que se preocupar somente com a alimentação antes do treino ou evento, mas tão importante quanto, é alimentação durante a atividade. Pode parecer estranho tal afirmativa, porém é sábido, que os desgastes fisicos ocasionados durante uma ‘prova’ em determinadas modalidades comprometem o desempenho do atleta. Neste sentido, é oportuno afirmar que uma alimentação durante a atividade fisica tende a previnir desgastes e consequencia subitas, bem como favorecer um melhor desempenho. Estudos apontam que para exercícios aeróbicos de longa duração, com mais de uma hora, há uma redução acentuada no conteúdo de glicogênio muscular, ou seja, o estoque de energia dentro do músculo, podendo ocasionar fadiga e conseqüentemente menor rendimento. Desta maneira é recomendado que o atleta deve se alimentar mesmo durante atividade fisica. Diversas recomendações podem serem observadas. Porém é importante apontar que em sua maioria são considerações e/ou recomendações individuais e/ou ‘caseiras’, as quais são feitas e referenciadas por experiencias pessoais, as quais não podem serem consideradas efetivas a todos os praticantes. Assim, é importante ressaltar que determindas ingestões de alimentos podem serem efetivas e eficazes para determinados individuos.

Considerando os postulados bioquimicos e fisioquimicos, de modo mais especifico, quando de situações de desgastes fisicos e até mesmo preventivamente, os quais necessitam serem suprimidos, é recomendado e pode ser considerado essencial o consumo de alimentos fonte de carboidratos, pois estes aumentam a glicemia de forma rápida, ou seja, os níveis de açúcar no sangue, deixando energia disponível para que os músculos utilizem e poupem os estoques intramusculares para serem utilizados até o final do evento. A melhor estratégia nutricional como o tipo, a freqüência e a quantidade de carboidrato a ser utilizado irá depender de cada indivíduo. Existem no mercado opções práticas e prontas para o consumo, como bebidas e saches de géis com quantidades adequadas de carboidrato para suprir um determinado tempo de exercício. Vale lembrar que a suplementação a ser usada durante uma prova deve ser sempre testada anteriormente em dias normais de treinos e nunca em dia de prova, a fim de verificar sabor, tolerância, esvaziamento gástrico, fornecimento adequado de energia, entre outros fatores. Há ainda quem prefira consumir mesmo um suco, uma fruta, ou ainda uma barra de cereais, então o mais importante é testar e verificar com qual alimento o atleta se sente melhor e cheio de energia para terminar a prova. Neste sentido, é importante ressaltar que a experenciação prévia de um determinado alimento tenderá a favorer um melhor desempenho bem como evitar consequencias inesperadas durate a realização da atividade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: