Bagunças pensantes

por Laís Semis

O punk está diretamente ligado à irreverência, um estilo que bagunçou os padrões e as posturas do período em que surgia e testou ainda mais os limites do rock. Enquanto isso, o The Clash nasce em 76 pra testar os limites da herança de Iggy Pop, provando que nem apenas de som cru, rebeldia e remendos viveu o punk.

Paul Simonon, prestes a destruir seu baixo na lendária capa de "London Calling".

Com uma construção baseada em diferentes sonoridades, como ska, dub e rockabilly, letras politizadas e postura de guerrilheiros revolucionários os fizeram se distinguir dos Pistols e Ramones. Contudo, depois do sucesso dos discos “The Clash”, “Give ‘Em Enough Rope” e “London Calling”, os álbuns seguintes soaram estranhos ao público e crítica.

Parece que em algum momento, não só o Clash, mas o punk tinha perdido o controle. As bandas estavam vivendo suas próprias crises, overdoses de problemas, incidentes de violência envolvendo público e bandas, trabalhando com sons em desalinho do que era esperado deles e correndo para o fim, muitas delas, antes mesmo da década acabar.

O Clash, especificamente, virou a década testando integrantes (desde a formação a banda teve problemas para encontrar um baterista) e produzindo álbuns sem reconhecimento, além das dívidas com a gravadora. Ainda assim, é inquestionável que a posição tomada pelo Clash dentro do movimento tenha abalado as estruturas definitivamente. O legado de roqueiros com postura política fundamentada, do punk construído em cima de diferentes vertentes, dos garotos que sonhavam com a rebelião branca.

Se a tentativa de reconstruir a banda ficou para trás, as carreiras solos prosseguiram e décadas mais tarde, o guitarrista Mick Jones viria a se tornar produtor dos Libertines; enquanto Paul Simonon, além de tocar no The Good, The Bad & The Queen, seria preso por um protesto durante duas semanas em junho de 2011 ao lado de 18 ativistas do Greenpeace durante a ocupação de uma plataforma de petróleo no Oceano Ártico.

Uma resposta

  1. Prezados Leitores

    Sobre a foto de Paul Simonon e sobre outras fotos clássicas de artistas de rock e jazz, vale a pena ler o artigo “SOBRE FOTOS E MÚSICA” em:
    https://tkdvida.wordpress.com/2010/09/02/sobre-fotos-e-musica/

    Muito obrigado pela atenção.

    EQUIPE TAEKWON-DO, ARTE E VIDA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: