Chang Moo Kwan

por Luiz Carlo Silva

Símbolos do emblema:

1)    Cavalo dragão simboliza o espírito das artes marciais.

2)    Escudo simboliza o direito humano para defender a: vida, liberdade, família e país.

3)    Pergaminho simboliza a iluminação espiritual e mental adquirida pelo rigoroso e dedicado treinamento físico na Chang Moo  Kwan.

4)    Punho simboliza o impressionante poder para proteger a vida.

5)    Escrita coreana dentro do Escudo= Taekwon.

6)    Escrita coreana dentro do pergaminho= Chang Moo Kwan.

Código de honra:

1)    Amor aos pais.

2)    Lealdade a nação

3)    Sinceridade e fidelidade,

4)    Perseverança

Byung In Yoon nasceu na Manchúria em 18 de Maio de 1920, tendo em vista que devido a dominação japonesa, seus pais tinham se mudado para aquela região da China (lembrando que a dominação japonesa de grande parte da China inclusive região da Manchúria iniciou-se em 1931).

Byung In Yoon

Byung In Yoon

Na Manchúria Yoon aprendeu a arte marcial chinesa Chuan Fa (Método do punho, ou lei do punho) Kwon Bop em coreano, Kempo em japonês.

Em 1938 aos 19 anos Yoon freqüentou a universidade de Nihon em Tóquio Japão onde praticou Karatê Shudokan no campus da Universidade com o Grão Mestre vindo da ilha de Okinawa, e membro do corpo docente, Kanken Toyama (1888-1966), eles mantiveram um intercâmbio de ensinamentos em seus estilos, Yoon ensinou Chuan Fa para Toyama, e Toyama ensinou Karatê Shudokan para Yoon. Yoon logo iria se tornar capitão da equipe de Karatê da Universidade de Nihon. É importante registrar que o intenso e grande interesse de Toyama pelo sistema Chuan Fa prende-se ao fato que ele tinha morado em Taiwan, onde lá tinha praticado este método.

Muito impressionado com a extraordinária qualificação técnica, percebendo e comprovando o altíssimo nível e extraordinário talento de Yoon, Kanken o promoveu a 4º dan, uma das mais altas graduações da arte no mundo naqueles tempos ficando abaixo somente do próprio Toyama.

Kanken Toyama

Kanken Toyama

Logo após o fim da 2ª guerra mundial, Yoon partiu para a Coréia e começou a ensinar na Chosun Yoon Moo Kwan a convite de seu grande amigo Sang Sup Chun o qual também tinha morado no Japão e praticado Karatê Shotokan com o próprio grão mestre Gichin Funakoshi (1868-1957), e já de volta a península logo após o término da 2ª guerra, Sang Sup Chun assumiu a direção do recém-criado departamento de Karatê na Chosun Yoon Moo Kwan.

Aceitando o convite de Sang. Yoon ensinou a arte marcial Chuan Fa (sob o nome coreano de Kwon Bop) e Karatê Shudokan na Chosun Yoon Moo Kwan, que era uma escola de Judô na Coréia presidida pelo mestre de Judô Lee-Kyung Suk esta escola posteriormente viria a originar a Jidokwan.

Em 1º de Setembro de 1946 Byung In Yoon estabeleceu o Taekyon Club na Escola Secundária Agrícola Kyung Sung em Seul, ele então inaugurou o Chang Moo Kwan (Instituto para Propagação das Artes Marciais) no Departamento de Taekyon da YMCA, (é importante ressaltar que muitos membros da YMCA coreana tinham sido membros do movimento de independência da Coréia durante o jugo japonês) e designou Nam Suk Lee (1925-2000) seu 1º instrutor. Naquele período inicial havia mais de 500 alunos, porém tendo em vista que o método de treinamento de Yoon era muito puxado (severo) menos de 200 alunos permaneceram após apenas alguns meses de árduo ensinamento.

Em 05 de março de 1947 outra Academia foi estabelecida nas instalações do Ministério das Comunicações e ensinado por Nam Suk Lee.

É importante registrar que Nam passou a chamar a arte de Kong Soo Do (=Karate já com o termo (ideograma) significando (vazio, vazias) Caminho das Mãos Vazias).

Raríssima foto tirada após a 2ª demonstração da arte realizada na Y.M.C.A. em Seul  no dia 19 de Fevereiro de 1949.  ٱ Nam Suk Lee,      ◊ Byung In Yoon.

Raríssima foto tirada após a 2ª demonstração da arte realizada na Y.M.C.A. em Seul
no dia 19 de Fevereiro de 1949. ٱ Nam Suk Lee, ◊ Byung In Yoon.

O crescimento da Chang Moo Kwan foi prejudicado temporariamente devido a eclosão da Guerra da Coréia em 25 de Junho de 1950. Muitos peritos da Chang Moo Kwan estavam espalhados praticamente por quase toda a península coreana ensinando a arte para os militares da República da Coréia.

Quando Yoon foi listado como desaparecido durante a guerra da Coréia, houve uma grande investigação para encontrá-lo não se obtendo resultado, muitos presumiram que Yoon assim como outros peritos da arte tinham sido mortos pelas Forças Militares da República Democrática Popular da Coréia, após todos estes acontecimentos ele foi declarado oficialmente como desaparecido, então o controle do Kwan passou para Nam.

Os sobreviventes instrutores de Yoon, construíram um Dojang Central exatamente em 05 de Outubro de 1953, elegendo Nam como o segundo presidente do kwan.

Muitos anos se passaram até que se soube que Byung In Yoon durante a guerra da Coréia foi levado para a República Democrática Popular da Coréia por seu irmão mais velho que era oficial das Forças Militares norte-coreanas, durante o transcurso da guerra Yoon foi preso ficando confinado no famoso Campo de prisioneiros da ilha de Koje e na fase do acordo de armistício que suspendeu a guerra (27/07/1953), durante as negociações de troca de prisioneiros e de escolha para onde eles iriam, Yoon obviamente escolheu a República da Coréia para viver onde estava sua família, porém prisioneiros militares norte-coreanos o impediram e ele teve de ir para a República Democrática Popular da Coréia, onde trabalhou em uma fábrica de cimento vindo a falecer exatamente em 03 de Abril de 1983 de tumor maligno no pulmão.

Nam Suk Lee

Nam Suk Lee

Nam Suk Lee nasceu no dia 28 de Junho de 1925 em uma região rural cerca de 40 milhas de Seul. Em 1930 sua família mudou-se para Seul onde  foi educado. Nam gostava muito de estudar e ainda muito jovem já assumia a posição de liderança nas atividades estudantis. Ele freqüentou a escola secundária ainda nos tempos em que o jugo nipônico impôs o ensinamento do idioma japonês. Quando jovem encontrou alguns poucos livros escritos em chinês sobre artes marciais, estes livros muito o influenciaram a iniciar a prática de artes marciais, sempre lembrando que os japoneses queimaram publicamente milhares de livros que havia na Coréia.

Nam posteriormente formou-se em Engenharia Elétrica.

Com 27 para 28 anos assumiu a presidência da Chang Moo Kwan. Ele e sua esposa foram pais de 4 filhos e uma filha. Nam partiu para os Estados Unidos na década de 80, vindo a falecer nos EUA em 29 de Agosto de 2000.

Ano de 1967. Nam Suk Lee ao lado do General Choi (ODK) na repcepção a Mas Oyama no aeroporto de Kimpo, no lado de Nam atrás está Kim Sun Koo (CMK) ao lado de Oyama Gen. Choi. No outro lado de Oyama o então pres. da KTA Kim Yong Chae (KDW), os dois no canto são Chong Woo Lee (JDK) e Woon Kyu Uhm (CDK)

Ano de 1967. Nam Suk Lee ao lado do General Choi (ODK) na repcepção a Mas Oyama no aeroporto de Kimpo, no lado de Nam atrás está Kim Sun Koo (CMK) ao lado de Oyama Gen. Choi. No outro lado de Oyama o então pres. da KTA Kim Yong Chae (KDW), os dois no canto são Chong Woo Lee (JDK) e Woon Kyu Uhm (CDK)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: