Ovelha negra

por Laís Semis

pink

Nem só de preto vivem as garotas rebeldes do mundo da música. E pra provar, a rebatizada Alecia Moore leva no nome uma cor menininha. Pink começou a se apresentar aos 13 anos e em 2000 lançou seu primogênito “Can’t Take Me Home”, numa turnê em que abria os shows da boy band  de Justin Timberlake, a ‘N Sync.

Mas nem só por isso ela deixa de lado os deboches e as críticas ao estilo de suas colegas pop. “Stupid Girls”, que compõe seu quarto álbum, “I’m Not Dead” (2006), se completam entre letras e imagens do vídeo. Sentada na frente da TV, uma garotinha é posta a se confrontar com o mundo de mulheres fabricadas e se formar fazendo a escolha de ser uma delas. Com referências à Paris Hilton e Jessica Simpson, padrões de mulheres, consumismo e comportamentos pensados a fim de contemplarem outras pessoas, elas são intituladas por Pink como “Stupid Girls” que se pergunta: “what happened to the dreams of a girl president?” e trata o comportamento como uma “epidemia” talvez sem cura.

Pink emplacou sete álbuns e dezenas de hits desde 2000. Exorcizando o passado e o presente ao longo da carreira em suas canções, ela transparece suas pessoalidades, canta sobre as dificuldades de não se encaixar, sobre brigas, problemas e coisas que não são do jeito como gostaria que fosse, mas sem nunca se render a elas –  mesmo que o conselho para ela mesma seja se reafirmar enquanto alguém que trilhou seu próprio caminho e batalhou em suas conquistas (como em “So What”, tratando do divórcio que enfrentou, em que canta “so what? I’m still a rock star, I got my rock moves and I don’t need you”).

O jeito durão, o cabelo curto, os ataques verbais ou sutis presentes em letras e entrevistas poderiam excluí-la da linhagem pop. Mas Pink veio pra deixar os estereótipos para quem acredita neles. Performances acrobáticas, coreografias e sucessos que não a deixam atrás de qualquer outra diva pop, numa faceta que a impõe, muito além de personalidade, entre as grandes cantoras pop atuais.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: